+55 31 2522-7160 | +55 31 99760.9866 IDIOMAS:
DowbisMarketing Digital Baixo orçamento e estratégias digitais: saiba como Jair Bolsonaro ganhou as eleições

Baixo orçamento e estratégias digitais: saiba como Jair Bolsonaro ganhou as eleições

Mesmo que você seja contrário às ideologias políticas do, agora presidente, Jair Bolsonaro, uma coisa você precisa concordar: as estratégias de marketing digital realizadas em sua campanha foram fantásticas.

A prova disso é que Jair Bolsonaro conseguiu uma vitória inédita com 55,13% dos votos válidos, mesmo dispondo de um baixíssimo orçamento e pouco tempo de TV. Outro diferencial encontrado na campanha de Bolsonaro e que diferente dos outros candidatos, ele iniciou suas estratégias digitais com pelo menos quatro anos de antecedência. Leia este post e entenda como Jair Bolsonaro ganhou as eleições utilizando marketing digital.

A arte de contar histórias

Ninguém utilizou a arte de contar histórias como Bolsonaro. Essa arte é denominada “storytelling”, uma estratégia de marketing digital que cria uma conexão com o público-alvo. Bolsonaro utilizou essa estratégia para contar histórias que representassem os medos e os desejos do seu eleitor, criando uma identificação que o tornou o candidato ideal.

Outros candidatos também utilizaram essa técnica, porém, pecaram ao utilizar muitos dados ao produzir a história. Os dados ajudam ampliar a credibilidade, mas não ajudam a criar uma conexão com o candidato. Um storytelling bem produzido é capaz de mexer com as emoções do eleitor criando um processo de identificação entre o candidato e o eleitor.

 

 

Leia o artigo ” Entenda a influência do marketing digital nos resultados das eleições atualmente

e entenda o poder desta estratégia no contexto político.

 

Ferramentas utilizadas por Jair Bolsonaro

Entre as vantagens das redes sociais podemos destacar o baixo custo de investimento, se comparado às mídias tradicionais como rádio e TV, e a sua fantástica capacidade de segmentação. Bolsonaro soube  se valer desses benefícios criando grupos sociais que estavam alinhados a sua linha de pensamento.  

Entre as principais ferramentas utilizadas por Bolsonaro podemos destacar o Facebook onde o candidato contava na época com mais de 9 milhões de seguidores, no Instagram com mais de 11 milhões de seguidores, no Youtube com mais de 2 milhões de inscritos e no Twitter com mais de 10 milhões de seguidores. O Whatsapp foi utilizado de uma maneira extraordinária pela equipe de Bolsonaro que contratou uma empresa de inteligência digital com sede em seis cidades do país que distribuiu conteúdos para cerca de 1,5 mil grupos de Whatsapp. A partir do primeiro envio, os materiais foram  compartilhados de forma espontânea entre os apoiadores, estimulados a compartilhá-los.

Todas as ações realizadas nas redes sociais convergiram para o site institucional de Jair Bolsonaro, onde continha todas as informações acerca da vida pessoal, profissional e plano de governo.

Resultados alcançados nas mídias sociais

As campanhas em redes sociais podem ser realizadas de uma forma orgânica ou paga. Sendo que o resultado real, das campanhas,  pode ser observado pelo nível de interação dos eleitores e pelo aumento de apoiadores aos ideais propostos pelo candidato. O Facebook foi usado por 57% dos eleitores de Bolsonaro, contra 40% de Haddad, por exemplo. No Whatsapp, Bolsonaro se comunicou com 61% de seu eleitorado, contra 38% do concorrente do PT.

Um levantamento realizado por uma  plataforma de análise e gestão de plataformas digitais, mostrou que Bolsonaro saiu de 6,9 milhões de seguidores (Facebook, Twitter, YouTube e Instagram) em janeiro de 2018 para 17,1 milhões em outubro. No mesmo período, Haddad foi de 742 mil para 3,4 milhões.

Se você quer conhecer de perto as estratégias de marketing digital  utilizadas por Bolsonaro e deseja conquistar exito em suas campanhas eleitorais entre em contato conosco. A sua vitória é o nossos sucesso!

 Jair Bolsonaro