Idiomas
DowbisGestão O que é big data e suas vantagens para alavancar vendas
o que é big data

O que é big data e suas vantagens para alavancar vendas

Sem dúvidas, você já deve ter se perguntado quando abriu o Spotify, como é capaz uma playlist repleta de músicas desconhecidas, coincidir com o que você quer ouvir no momento. Em resumo, o que permite que seus desejos sejam devidamente atendidos, é o Big Data. É provável, que você consuma músicas, filmes ou livros em alto volume. Enfim, com frequência, descobre uma variedade de produtos que solucionam problemas que você nem sabia que existiam. Saiba mais sobre o que é Big Data e como ele pode ajudar a alavancar as vendas de sua empresa.

O que é big data

Antes de tudo, Big Data é a análise de um grande volume, dos mais variados dados, gerados a todo momento. No caso, estes dados são chamados de não-estruturados. Isto é, são dados que não possuem nenhuma relação entre si e não podem ser organizados em linhas e colunas, como planilhas de Excel. Enfim, não são regulares.

Para tornar mais fácil a compreensão sobre o que é big data, deve-se pensar em todas as informações que são geradas. Veja alguns exemplos:

  • Posts em redes sociais;
  • Vídeos;
  • Músicas;
  • Fotos;
  • Geolocalização;
  • Páginas acessadas na internet.

Com a evolução da tecnologia, libera-se informações a todo momento. Sempre estamos próximos de um celular, computador ou tablet. Isto é, o chamado comportamento multitelas: conexão com qualquer conteúdo do mundo a qualquer momento. Logo, as ferramentas de Big Data devem ser capazes de portar a grande quantidade destes dados não-estruturados, a uma grande velocidade.

Os principais aspectos do big data

Primeiramente, a base do Big Data são os chamados cinco V’s. Assim, sua compreensão mostra-se importante para entender por completo como ele funciona. São eles:

Volume – Quantidade de dados que são analisados.

Variedade – Provavelmente, você já viu que a quantidade de dados é vasta. Logo, quanto maior a quantidade que deve-se analisar, maior a complexidade do processo de trabalho. Mas, aumenta também o detalhamento dessas informações. Dessa forma, pode-se pensar estratégias e ações mais eficazes para sua empresa.

Estes dados podem ser armazenados em fontes como, por exemplo, Facebook e Google Analytics.

Velocidade – Por certo, da mesma forma que novas informações são geradas a todo momento, deve-se processá-las de forma igualmente ágil para tomada de decisão efetiva.

Veracidade – Percepção se a informação é verdadeira. É importante tomar cuidado ao interpretar os dados, eles devem ser confiáveis. Já que, qualquer descuido pode levar à tomada de decisão errada.

Valor –  Diz respeitos aos benefícios que as soluções, após interpretação, podem trazer à sua empresa.  A interpretação destes dados deve ser meticulosa e de alto valor, para compensar o possível investimento de sua empresa em alguma ação direcionada.

Tipos de dados

O Big Data pode ser dividido em três tipos de dados. São eles:

  • Social data;
  • Enterprise data;
  • Personal data.

No caso do social data, as informações são provenientes de pessoas e todo seu comportamento. Muito importante para direcionar estratégias de marketing e pesquisa de mercado. Já o Enterprise data, geralmente é usado para estudar a produtividade de uma equipe e controlar excessos. Enfim, são todos os dados gerados por uma empresa.

Ainda novidade, o personal data são dados gerados por Tv’s e qualquer eletrônico que se conecte à internet. Então, um bom exemplo é o aplicativo Wazer, que gera informações sobre o trânsito em tempo real.

Assim sendo, a utilização de ferramentas de Big Data são primordiais para gerar engajamento e aumentar a produtividade de sua empresa. Já que, torna-se possível compreender melhor como seu público-alvo se comporta e o que ele quer. Com essas informações, gigantes como Netflix e Amazon, economizam em ações de alto valor e se comunicam com seu público de forma direcionada e espontânea. Utilize essas ferramentas em sua empresa e veja suas vendas aumentarem exponencialmente.

o que é big data